top of page
Logotipo da Bach Sociey Brasil

UMA SOCIEDADE DE  AMANTES DE BACH.

A Bach Society Brasil é uma organização cultural dedicada à performance histórica da obra de Johann Sebastian Bach. Fundada em 2020, em Porto Alegre, Rio Grande do Sul, por um grupo entusiasmado de profissionais e amantes da música barroca, a sociedade busca resgatar a autenticidade da música do compositor alemão através da interpretação com instrumentos de época por especialistas em música barroca do Brasil e do exterior.

 

A série de Concertos Bach Brasil é um dos principais projetos da Bach Society Brasil, apresentando mensalmente a estreia de um novo programa online ou presencial, que já acumula 30 concertos bem-sucedidos em termos de público e crítica. Além disso, a organização tem como uma de suas missões disponibilizar na internet filmagens de excelência de toda a obra de Bach, interpretadas por intérpretes brasileiros. Os concertos online, disponibilizados gratuitamente no YouTube, estão disponíveis em formato integral e em vídeos separados por obra, acompanhados por comentários históricos.

Atualmente, a Bach Society Brasil é uma associação cultural sem fins lucrativos, visando expandir sua ação no âmbito nacional através de projetos educativos e festivais, financiados pelo empenho comum de apoiadores e patrocinadores.

 

Com direção artística do cravista e regente Fernando Cordella, estudioso internacionalmente reconhecido da música barroca, e uma formação fixa de 9 músicos de excelência, o Ensemble Bach Brasil, a sociedade está comprometida em divulgar a riqueza da obra de Bach e contribuir para a formação de novas plateias e músicos no Brasil.

Nossa Missão

Iniciamos nossos concertos em 2020 e hoje, além de um círculo de amigos e amantes da música, a Bach Society Brasil é também uma associação cultural sem fins lucrativos.

Assim que as condições de segurança e saúde devido à pandemia permitirem, nossos concertos serão presenciais, mantendo também a versão online.

As Bach Societies

Bach nasceu em 1685, em Eisenach, falecendo em Leipzig, em 1750, na atual Alemanha. Ainda que tenha sido reconhecido em vida por seu talento musical, sua obra permaneceu quase totalmente esquecida até o início do século XIX, quando foi redescoberta. As “Bach societies”, surgidas a partir deste período, na Europa e América, representam esforços no sentido de preservar e difundir a obra deste incomparável compositor. Na primeira metade do século XX, houve uma “Bach Society” no Brasil, extinta há algumas décadas. Com emoção, entusiasmo e enorme responsabilidade, ela ressurge agora como fruto de uma paixão coletiva por sua obra.

Home-Banner-Society_0004_Layer-7_edited_edited.jpg

Qualidade audiovisual e sonora

A gravação dos nossos concertos primam pela excelência técnica e cinematográfica, tornando os concertos acessíveis a todo o mundo através da Internet.

A direção é de Caio Amon, especialista na filmagem de música erudita, através de sua produtora EROICA_conteúdo. A primorosa engenharia de som é de Fabiano Cordella, e a direção de produção de Ilton Carangacci.

Home Teste Banner apoio.png
Home-Banner-Society_0004_Layer-7_edited_edited.jpg
Fernando Cordella - Bach Brasil.jpg

FERNANDO CORDELLA

DIRETOR ARTÍSTICO

É considerado um dos cravistas mais ativos de sua geração na América Latina. Em 2015 recebeu, o prêmio TOYP JCI Brasil como a figura mais expressiva no Brasil do ano, na categoria “Êxito Cultural”. Diretor artístico e maestro titular da Sociedade Bach Porto Alegre e Bach-Brasil. Desde 2016 é o professor da classe de cravo da EMMSP – Escola Municipal de Música de São Paulo e um dos coordenadores da Oficina de Música Barroca da mesma instituição.

 

Tem atuado fortemente como solista e maestro convidado nas principais orquestras do Brasil e exterior. Atuou sob direção de: Peter van Heyghen, Nathalie Stutzmann, Luiz Otávio Santos, Michaela Comberti, Olivia Centurioni, Bart Naessens, Roman Garrioud, Juan Manuel Quintana, Rodolfo Richter, entre outros.

 

Iniciou seus estudos com a pianista Dirce Knijnik, e no cravo teve Nicolau de Figueiredo como seu principal mestre. Vencedor do Premio Açorianos 2011 como melhor intérprete da categoria música erudita pelo disco “CRAVOS – de Frescobaldi a Mozart”.

Quem somos: Membros da Equipe

Equipe criativa

Foto de Caio Amon, diretor de comunicação da Bach Society Brasil

CAIO AMON

DIRETOR DE CONTEÚDO E COMUNICAÇÃO

É diretor audiovisual e criativo especializado no diálogo entre imagem, música e som. Graduado em Composição no Conservatorium van Amsterdam, é diretor da EROICA conteúdo, tendo colaborado com Nieuw Ensemble van Amsterdam, Geoff Emerick, Olinda Allessandrini, Fernando Cordella, Emanuelle Baldini, Duo Siqueira-Lima, João Bosco, entre outros.

Foto de Fabiano Cordella, diretor de som da Bach Society Brasil

FABIANO CORDELLA

DIRETOR DE ÁUDIO

___

Formado em Engenharia Mecânica pela PUCRS e violinista de formação musical, com ênfase no violino barroco. Especializado em gravações acústicas de música erudita, tanto orquestrais quanto camerísticas. Realizou gravações para selos como “Drama Musica” (Inglaterra), entre outros, com artistas como Emmanuele Baldini (Italia), Gabriella Di Laccio (Inglaterra), Cintia de Los Santos, Alexandre Ritter, Fernando Cordella e Luis Otavio Santos (Brasil/Holanda).

Foto de Ilton Carangacci - Bach Society Brasil

ILTON CARANGACCI

DIRETOR DE PRODUÇÃO

É empresário de artistas e produtor de eventos desde 1985 e palestrante desde 2002. Debatedor e mediador de encontros onde o tema é música e mentor da turma de produção fonográfica da Unisinos desde 2017. Tem no currículo o agenciamento das carreiras de Papas da Língua, Vera Loca, Chimarruts, Armandinho, Reação em Cadeia, Ivo Mozart, entre outros, e a produção de mais de 4000 shows em 10 países.

Quem somos: Membros da Equipe

Diretoria

Foto de Bernardo Alcalde, presidente da Bach Society Brasil

BERNARDO FREDERES KRÄMER ALCALDE

PRESIDENTE DA BACH SOCIETY BRASIL

Economista de formação, programador e músico de coração, Bernardo é Mestre e Doutor em Economia Aplicada, empresário da área ambiental e Diretor Financeiro do Instituto Ecossis, onde atua na concepção e desenvolvimento de projetos ambientais, artísticos, educacionais e culturais. Devoto de Bach desde a infância, estudou teoria musical e violino, além do piano, o qual segue praticando atualmente.

Conselho

  • Presidente – Mauro Ricardo Nunes Pontes

  • Vice-Presidente – Fabio Furtado Ramos

  • Secretário – Fernando Antonio de Abreu e Silva

Conselheiros

  • Annibal Carneiro

  • Bernardo Frederes Krämer Alcalde

  • Clarisse Schneider

  • Fernanda Chiarello Stedile

  • João Paulo Bittencourt Cardozo

  • Jonas Badermann de Lemos

  • Katia Monaco

  • Linjie Zhang

  • Marcelo Gus

  • Maria Teresa de Mello Xavier

  • Nelson S. Dvoskin

  • Raul Hartke 

  • Ricardo Arnt

  • Ricardo Barberena

  • Samuel Mac Dowell De Figueiredo

  • Valeska Fasolo

Conselheiros Honorários

  • Celso Loureiro Chaves

  • Fernando Cacciatore de Garcia

  • Francisco Marshall

  • Heloísa do Amaral Peixoto

  • Jane Titukian

  • João Carlos Martins

  • Lya Luft

  • Maria Berenice Dias

  • Renato Koch

  • Tânia Carvalho

Conselho Fiscal

  • Presidente – Fabiano Saraiva

  • Vice-Presidente – Artur Leite Hertz

  • Secretário – Sérgio Lewkowicz

Mecenas

- Arthur Hertz
- Fabiano Saraiva
- Fábio Ramos
- Gilberto Schwartsmann
- Nelson Sirotzky Dvoskin
- Sonia Pacheco Sirtotzky

Apoiadores

- Aderbal Amorim
- Aldo Luiz Duarte
- Alexandre Schmidt Nanni
- Ana Gorini da Veiga
- Ana Lúcia Rassi
- Ana Raquel Salgado
- Angelo Alberto Viero
- Beatriz Fontana
- Beatriz Tavares Franciosi
- Bernardo Frederes Krämer Alcalde
- Betina Fritsch
- Betina Z. Goldani Serrano
- Camila Machado
- Camilla Zahn
- Carla Hunsche
- Carmen Citrin
- Carolina Fonseca
- Caudia Beylouni Santos
- Clarisse Schneider
- Dania Damiani Branco
- Denise Roos
- Doris Maria Schneider
- Elda Pires
- Erica Schultz
- Fernanda Chiarello Stedile
- Flávio Ricardo de Abreu Fialho
- Flávio Sehn
- Flávio Shansis
- Gladis Falavigna
- Heitor Inhaquites
- Heloísa Lima Abreu
- Iara Jalfim
- Jonas Badermann de Lemos
- José Roberto Goldim
- João Luiz Franciosi
- João Paulo Bittencourt Cardozo
- Judith Martins-Costa
- Lenita Wannmacher
- Linjie Zhang
- Lorenzo Filippin
- Luciana Karine de Souza
- Luiz Fernando Laser
- Marcello André Barcinski
- Marcelo Goldani
- Marcelo Gus
- Marcia Ferreira
- Marcia Santana Fernandes
- Maria Alice Buchele Bechtel
- Maria Eunice Maciel
- Maria Salete Chiuchetta
- Mariana Paim Santos
- Marisa Eizirik
- Matheus Bazzo
- Mauro Pontes
- Miguel Fayet Trein
- Monica Blaya de Azevedo
- Nelmo Silveira Menezes
- Náira Michel
- Patrícia Martins Moura
- Patrícia Rondini
- Raul Hartke
- Regina Orgler Sordi
- Ricardo Barbosa Lima Faria Corrêa
- Sergio Lewkowicz
- Terezinha Licks
- Valeska Fasolo
- Walter de Andrade
bottom of page